Turismo solidário: uma proposta para Grão Mogol no Vale do Jequitinhonha

  • Werter Valentim de Moraes Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Resumen

O trabalho se propôs a reconhecer e analisar as aptidões sociais, ambientais e culturais na perspectiva do turismo de base comunitária no município de Grão Mogol, onde se insere o Parque Estadual de Grão Mogol no Vale do Jequitinhonha do Estado de Minas Gerais. Através da metodologia de observação participante, buscou-se vivenciar atividades rotineiras dos empreendedores locais, analisando-as como uma agregação de renda e inclusão social para o compartilhamento por meio do turismo responsável. O turista predominantemente doméstico se limita a buscar atrativos inseridos nos meios de hospedagem convencionais, deixando assim de usufruir das belas trilhas e cachoeiras. O artesanato e o folclore não se inserem na cadeia produtiva da atividade por não apresentarem uma identidade que agregue valor ao turismo. Esta gestão do turismo se torna inefi ciente por não buscar a participação da sociedade interessada em desenvolvê-lo. O estímulo à participação dos anfitriões nas tomadas de decisões pode gerar comprometimento e aumento da autoestima das comunidades locais.

Palavras-chave: turismo de base comunitária, gestão compartilhada, unidade de conservação

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor/a

Werter Valentim de Moraes, Universidade Federal de Minas Gerais - UFMG

Professor Visitante do Instituto de Ciências Agrárias - ICA - UFMG - Universidade Federal de Minas Gerais - campus Montes Claros

Publicado
30-12-2014
Cómo citar
de Moraes, W. (2014). Turismo solidário: uma proposta para Grão Mogol no Vale do Jequitinhonha. Otra Economía, 8(15), 185-195. Recuperado a partir de https://revistaotraeconomia.org/index.php/otraeconomia/article/view/otra.2014.815.06
Sección
Economía Social y Solidaria: experiencias y sujetos