Reciclando vidas: a força de empreendimentos solidários na integração social pelo trabalho

  • Cristina Clara Ribeiro Parente Faculdade de Letras da Universidade do Porto Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto
  • Ana Mafalda Carvalho Gomes Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Associação para o Empreendedorismo e Sustentabilidade do Terceiro Setor - A3S

Resumen

O desemprego e a consequente multiplicação de pessoas em situação de vulnerabilidade social no Brasil das décadas de 80 e 90 do século XX contribuíram para uma crescente importância da economia solidária e seu reconhecimento político- -institucional. Este sistema económico alicerça-se em práticas produtivas autogestionárias baseadas na participação e cooperação dos atores envolvidos, visando à satisfação das suas necessidades. O objeto de análise deste artigo é uma associação cuja missão consiste em integrar socialmente indivíduos por via do trabalho. Através de uma abordagem metodológica de cariz intensivo, caracteriza-se a organização por referência a uma tipologia de empreendimentos da economia solidária e demonstra-se o poder inclusivo do trabalho desenvolvido pela associação, que absorve mão de obra, qualificando-a e dignificando-a.

Palavras-chave: economia solidária, integração social, trabalho, catadores, Brasil.

Descargas

La descarga de datos todavía no está disponible.

Biografía del autor

Cristina Clara Ribeiro Parente, Faculdade de Letras da Universidade do Porto Instituto de Sociologia da Faculdade de Letras da Universidade do Porto

ocióloga de formação, é Professora Auxiliar  com Agregação  (2011) na Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP) e Investigadora do Instituto de Sociologia (IS-FLUP) da mesma instituição, desde 1991. Obteve o Grau de Doutora em 2004 e de Licenciada em 1990, ambos em Sociologia pela FLUP. Concluiu o Grau de Mestre em Políticas e Gestão de Recursos Humanos no Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa – Instituto Universitário de Lisboa, em 1996. Em 2012, conclui pós-doutoramento em Administração no Centro de Pós-Graduação em Pesquisas em Administração da Faculdade de Ciências Económicas da Universidade Federal de Minas Gerais.
No âmbito, do DS-FLUP, criou, a Secção de Formação e Educação Contínua. Liderou e co-liderou a equipa de comunicação externa do DS-FLUP. Coordenou a linha de investigação Trabalho, Emprego, Profissões e Organizações (TEPO) do IS-FLUP. Desenvolve actividades quer como investigadora, quer como coordenadora e responsável científica de projectos sobre as temáticas da gestão de recursos humanos e da formação de adultos, da sociologia empresarial e da economia social. Assume as funções de editora da nova série working papers do IS-FLUP. É orientadora e co-orientadora de várias Dissertações Mestrado e Doutoramento e tem integrado Júris de várias provas académicas. É autora e co-autora de vários artigos científicos e livros, comunicações e conferências proferidas quer em meios académicos, quer profissionais. Exerce funções de avaliadora de obras e de artigos científicos para edição em publicações da especialidade, assim como de comunicações para integração em congressos científicos.

Desenvolve actividades de formadora, de consultora metodológica e avaliadora de projectos de intervenção social e organizacional.
É  membro co-fundador da A3S - Associação para o Empreendedorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Sector (2006).

Ana Mafalda Carvalho Gomes, Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Associação para o Empreendedorismo e Sustentabilidade do Terceiro Setor - A3S

Mestre em Sociologia pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto (FLUP). Licenciada em Sociologia da mesma Faculdade. Foi bolseira de iniciação à investigação da Fundação de Ciência e Tecnologia em 2008 /2009 no âmbito da qual participou no Observatório do Emprego dos Diplomados em Sociologia, um projecto do Instituto de Sociologia da FLUP. Realizou um estágio de 4 meses num Hospital Público Brasileiro na área dos Recursos Humanos, em 2012. O tema da dissertação de mestrado incidiu no estudo de caso de um empreendimento da economia solidária brasileira que integra população de rua através da sua força de trabalho. Investigadora num projecto sobre empreendedorismo social no âmbito do programa Investigação Júnior da Universidade do Porto (IJUP 2011). Voluntária na Associação para o Empreendorismo Social e a Sustentabilidade do Terceiro Sector (A3S). Em 2013 trabalhou no núcleo de respostas sociais no Instituto de Segurança Social.

 

Publicado
30-04-2015
Cómo citar
Parente, C., & Gomes, A. (2015). Reciclando vidas: a força de empreendimentos solidários na integração social pelo trabalho. Otra Economía, 9(16), 79-93. Recuperado a partir de https://revistaotraeconomia.org/index.php/otraeconomia/article/view/otra.2015.916.06
Sección
Economía Social y Solidaria: experiencias y sujetos