Cooperativismo e Economia Solidária: a constituição de uma Cooperativa de Catadores de Resíduos Sólidos em São Joaquim (SC)

  • Inea Giovana Silva-Arioli Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
  • Geraldo Augusto Locks Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
  • Mario Vitor de Sousa Arruda Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
  • Chaiane Susin Bernardo Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
  • Caroline Meerholz Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC

Resumen

Este artigo tem por objetivo analisar as percepções de sujeitos envolvidos na constituição de uma cooperativa de trabalho de catadores de resíduos sólidos do município de São Joaquim, SC. O trabalho foi realizado por integrantes da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Planalto Catarinense (ITCP/Uniplac), programa permanente de extensão, cuja missão é incubar e oferecer apoio técnico a Empreendimentos Econômicos Solidários (EES) existentes ou que vierem à luz na região do Planalto Catarinense. Esta pesquisa de abordagem qualitativa é uma pesquisa de campo que coletou dados por meio de entrevistas semiestruturadas feitas com três catadores e três parceiros apoiadores; destes últimos, um é representante do poder público local e os outros dois, parceiros que atuam no Consórcio Intermunicipal da Serra Catarinense (CISAMA). Os resultados alcançados indicam o papel fundamental do poder público e da base jurídica para a formação da cooperativa; o difícil contexto dos catadores e as dificuldades que permeiam a formação da cooperativa; a importância das entidades de apoio neste processo; e a compreensão da cooperativa como um trabalho coletivo democrático.

Palavras-chave: cooperativa, catadores de resíduos sólidos, Economia Solidária.

Biografía del autor

Inea Giovana Silva-Arioli, Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
Psicóloga formada pela Universidade do Vale do Itataí - UNIVALI (SC), Mestrado em Psicologia pela Universidade Federal de Santa Catariana - UFSC (SC), com pós-graduação - título especialista - em Saúde Pública pela UNAERP. Coordenou o Curso de Psicologia da Universidade do Planalto Catarinense (Lages - SC, 2012 - 2014) e atualmente é docente e pesquisadora da UNIPLAC e Vice-Líder do Grupo de Pesquisa em Educação e Desenvolvimento Territorial: Políticas e Práticas (GEDETER). Atua nos Cursos de Psicologia, Serviço Social e Jornalismo e é orientadora de Estágios e Projetos de Extensão nas áreas da Saúde e Psicologia Social Comunitária. Participa do Projeto de formação e institucionalização da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Planalto Catarinense (ITCP UNIPLAC). Tem experiência e atua no campo da Psicologia principalmente nos seguintes temas: Psicologia Social Comunitária, Psicologia e Comunicação, Saúde Coletiva e Economia Solidária.
Geraldo Augusto Locks, Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
Possui graduação em Ciências Sociais pela Universidade do Planalto Catarinense (1977). Graduação em Teologia pelo Instituto de Teologia e Pastoral de Passo Fundo (1994). Especialização lato sensu em Educação e Movimentos Sociais pela Universidade Federal de Santa Catarina (1991); Especialização lato sensu em Educação Popular pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (1990). Mestrado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (1998). Doutorado em Antropologia Social pela Universidade Federal de Santa Catarina (2008), Pos-Doutorado pelo Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal de Santa Catarina (2012). Atualmente é Docente Pesquisador do PPGE da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC - SC). Líder do Grupo de Pesquisa em Educação e Desenvolvimento Territorial: políticas e Práticas (GEDETER). Tem experiência no campo da Antropologia com ênfase na Antropologia e Educação. Atua principalmente nos seguintes temas: Educação do Campo, Educação e Movimentos Sociais, Educação e Economia Solidária, Educação, Diversidade e Desenvolvimento Territorial. Coordena o Projeto de formação e institucionalização da Incubadora Tecnológica de Cooperativas Populares da Universidade do Planalto Catarinense (ITCP UNIPLAC).
Mario Vitor de Sousa Arruda, Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
Tem experiência na área de Psicologia Social Comunitária, Psicologia da Saúde e Saúde Coletiva. Participou por dois anos (2013-2014) do Grupo de apoio para familiares de idosos com doenças crônicas e de alta dependência: Alzheimer e similares (UNIPLAC). Participou por um ano (2013) do Projeto Hipper Escola (UNIPLAC) e atualmente é membro do Projeto: Incubadora Tecnológica de cooperativas populares ITCP UNIPLAC, possui vínculo ao Grupo de Pesquisa em Educação e Desenvolvimento Territorial: políticas e Práticas (GEDETER). Também é membro do grupo de pesquisa Grupo de Estudos e Práticas em Gestão Autônoma da Medicação - GEP-GAM, da Universidade do Planalto Catarinense (UNIPLAC).
Chaiane Susin Bernardo, Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
Graduanda do nono semestre de Psicologia, fazendo estágio na área da Saúde e participando do projeto da Incubadora Tecnológica Cooperativas Populares- ITCP -UNIPLAC como projeto de extensão e também do grupo de pesquisa Gênero Educação Cidadania da America Latina -GECAL também vinculado a UNIPLAC.
Caroline Meerholz, Universidade do Planalto Catarinense - UNIPLAC
Graduanda em Psicologia (UNIPLAC).Tem experiência na área de Psicologia, com ênfase em Psicologia do Trabalho e Organizacional.
Publicado
18-08-2016
Sección
Economía Social y Solidaria: experiencias y sujetos